MMASC celebra Dia Internacional dos Museus

16 Maio, 2016

Sob o tema “Museus e paisagens culturais”, celebra-se a 18 de maio o “Dia Internacional dos Museus, que o Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso (MMASC) vai assinalar com entradas grátis e um diversificado programa à volta da efeméride.

Assim, entre 16 e 18, o MMASC vai oferecer aos alunos do 1º e 3º anos do 1º ciclo do ensino básico do Município várias sessões por dia do espetáculo/performance “Amadeo convida… a vir ao Museu”, uma criação da Filandorra-Teatro do Nordeste, feita a partir da obra de José Jorge Letria “Amadeo e o mundo às cores”

Tendo como fio condutor a figura de Amadeo, do nascimento até à morte, a representação é construída a partir de uma fada/metáfora "com cabelos da cor do arco-íris" que apareceu ao pintor "no dia em que veio ao mundo, no frio Novembro de Manhufe", desenrolando-se em dramatizações de vários quadros da coleção do MMASC e da vida do autor. A “visita” tem o seu ponto alto na sala Amadeo, onde é dramatizada a criação do quadro Canção Popular e o Pássaro do Brasil.

 

Noite dos Museus a 20 de maio

Na noite de 20 de maio, o Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso abre-se para nova performance da Filandorra, de título “Amadeo e a inquietação pelas paisagens de Manhufe, Amarante e Marão”.

A encenação é construída a partir de fragmentos biográficos descritos no romance “Amadeo” de Mário Cláudio (obra com que o escritor foi distinguido, em 1984, com o Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores) e assentará numa revisitação lúdico-cénica e musical alimentada por projeção de traços/imagens das obras do autor que reportam a cinco referências da paisagem cultural das terras de Amadeo: os verdes das vinhas verdes (quadro1), a cozinha da casa de Manhufe (quadro 2), a procissão do Corpus Christi de Amarante (quadro 3), as violas amarantinas (quadro 4), a Canção Popular e o Pássaro do Brasil (quadro 5).

Quem, a 18 de maio, visitar (gratuitamente) o MMASC vai poder tomar contacto com a arquitetura do edifício, com a sua exposição permanente, onde pontificam os nomes de Amadeo e António Carneiro, e ver a mostra de Mário Vitória “Lucubrações para as partes mais vulneráveis da matéria”, na sala de exposições temporárias.

O “Dia Internacional dos Museus” foi criado a 18 de maio de 1997 pelo ICOM - Conselho Internacional de Museus. O tema proposto para 2016 é “Museus e paisagens culturais”, considerando a Direção Geral do Património Cultural que “a atenção para as paisagens culturais pode ser exercida em diferentes níveis, nomeadamente através da sensibilização das comunidades para o papel interventivo que podem desempenhar na conservação e valorização de universo patrimonial tão vulnerável”.

 

 

Últimos dias para visitar a exposição "Abstração. Arte Partilhada Coleção Millennium bcp"
15 Janeiro, 2020

Quem ainda não teve oportunidade para visitar a exposição "Abstração. Arte Partilhada Coleção Millennium bcp", patente no espaço da exposiç&a...

Aquisição de obra de Eduardo Batarda
5 Dezembro, 2019

Na sequência da atribuição do Grande Prémio Amadeo de Souza-Cardoso a Eduardo Batarda, foi decidido, pelo júri presidido por Raquel Henriques da Silva e pela Direcção...

Curso de “curadoria, pensar e organizar exposições de arte e de artistas contemporâneos”
15 Novembro, 2019

O Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso, promove, nos dias 09 e 10 de dezembro, uma formação sob o lema: “Curadoria: Pensar e organizar exposições de arte e de artistas contempor...

por thesign

VISITAS / CONTACTOS

Alameda Teixeira de Pascoaes
4600-011 Amarante - Portugal
+351 255 420 282 (Atendimento/Receção)
+351 255 420 272 / 238
mmasc@cm-amarante.pt

| Política de Privacidade

| Termos e Condições