Crianças em férias meteram a “mão na massa”

1 Agosto, 2017

Trinta e três crianças de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os seis e os 12 anos, participaram, entre 24 e 28 de julho, num ateliê organizado pelo Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso (MMASC), designado “Mãos na Massa”, tendo como tema os doces conventuais de Amarante.

Os participantes foram convidados a conhecer as origens e história daqueles doces, que remetem para as freiras clarissas do Convento de Santa Clara, tendo, eles próprios, confecionado alguns, sob a orientação da conhecida “mestre” ‘Milinha do Moinho’.

Motivadas, as crianças acompanharam (e experimentaram) todas as fases de produção, desde o partir dos ovos à junção do açúcar e à produção da massa, não faltando os que, munidos de caderno ou bloco, fizeram questão de anotar as receitas e os passos a dar para se conseguirem os verdadeiros doces conventuais de Amarante.

No final, cada criança levou para casa, numa caixinha, os doces que produziu e que terão feito, por certo, as delícias dos familiares. Para que conste, todos os meninos confecionaram, individualmente, papos d’anjo, foguetes e brisas do Tâmega e co-participarm na produção de lérias e S. Gonçalos.

O enquadramento para mais este ateliê do MMASC está plasmado no texto que se segue e com o qual se fazia a promoção do evento.

“Depois de um ano letivo por certo trabalhoso e exigente, chegaram as férias. É tempo de recuperar energias, repousar e, quem sabe, de desafios.

O Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso tem um para te fazer. Em forma de Ateliê, modalidade que permite sempre muita partilha e convívio, propomos-te que “metas a mão na massa” e produzas doces conventuais de Amarante, segundo a tradição das freiras clarissas do Convento de Santa Clara, ativo até finais do século XIX, e em cujas instalações funciona, hoje, a Biblioteca Municipal Albano Sardoeira.

E que doces são esses? Confecionam-se à base de ovos e chamam-se Papos d’Anjo, S. Gonçalos, Foguetes de Amarante, Brisas do Tâmega e Lérias. Ah! As Lérias são os únicos que não levam ovos e os Papos d’Anjo são envolvidos por hóstia.

Vai ser divertido e há muitas aprendizagens para fazer. Fáceis, já se vê, porque connosco vai estar a Professora Emília, do “Moinho”, dona de muitos saberes na arte de confecionar doçarias”.

E foi assim que, ao longo de cinco dias, 33 meninos foram pasteleiros, numa atividade simultaneamente lúdica e pedagógica e de convívio entre participantes.

 

 

Loja do MMASC aberta também às segundas-feiras
10 Dezembro, 2018

Embora o Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso (MMASC), em Amarante, esteja encerrado às segundas-feiras, a sua loja manter-se-á aberta naqueles dias da semana, a 10 e a 17 de dezembro.

O ...

TAP homenageia Amadeo de Souza-Cardoso e surpreende passageiros a bordo de avião homónimo
15 Novembro, 2018

A TAP assinalou a 14 de novembro o aniversário de nascimento de Amadeo de Souza-Cardoso, com a oferta de um kit, com produtos referentes às suas obras, a todos os Passageiros que viajaram no avi&atild...

Amadeo e o Mundo às Cores de José Jorge Letria
14 Novembro, 2018

No ano em que se assinala os 100 anos do desaparecimento de um dos rostos mais versáteis da pintura portuguesa, Amadeo de Souza-Cardoso, a Filandorra – Teatro do Nordeste estreia, a 14 de novembro (dat...

por thesign

VISITAS / CONTACTOS

Alameda Teixeira de Pascoaes
4600-011 Amarante - Portugal
+351 255 420 282 (Atendimento/Receção)
+351 255 420 272 / 238
mmasc@cm-amarante.pt

| Política de Privacidade

| Termos e Condições